Publicidade: Cuidado ao expor sua marca

O mundo da publicidade, embora pareça, não é feito só de maravilhas. Exemplo disso são os casos que veremos a seguir, onde anunciantes e agências extrapolaram o limite do bom senso:

1) No começo do ano, nos EUA, a agência de publicidade que tem a conta da Ford postou, sem nenhuma aprovação, um anúncio para o novo modelo Ford Figo. Nele, uma ilustração mostrava Silvio Berlusconi comemorando o sucesso de ter amarrado três mulheres no porta malas. A Ford, em seguida, pediu desculpas pelo ocorrido.

2) Conhecida mundialmente, a rede McDonald’s também errou. Uma imagem veiculada em um anúncio impresso insinuava que os viciados em Big Mag frequentavam uma espécie de “Alcoólicos Anônimos”. Um representante da rede de fast food se pronunciou afirmando que o anúncio não tinha sido aprovado. A agência “Arnold MPG Boston”, responsável por essa dor de cabeça, assumiu o erro.

3) A agência “TBWA Paris” levantou dúvidas sobre os direitos humanos na China em 2008. Uma série de anúncios sobre os Jogos Olímpicos de Pequim indicavam que atletas chineses eram submetidos à exploração em busca de resultados nos Jogos.

4) O preconceito também gerou revolta com os consumidores das balas Mentos. A campanha produzida pela “Neogama BBH/Brasil” tem como personagem uma menina magra que levanta nos braços uma outra garota, acima do peso. A mensagem do anúncio dizia: “Adoro sair com você. Todos os meninos ficam olhando para mim”. Muitas reclamações foram recebidas através de suas redes sociais por consumidores inconformados.

5) Em 2011, uma campanha da empresa Kia Motors também gerou críticas e acusações de pedofilia pela imprensa norte-americana. Intitulada Teacher e Princesses, a campanha provocativa e sensual foi retirada das mídias a pedido da empresa multinacional. A agência brasileira “Moma”, responsável pela criação, pediu desculpas e retirou a publicação de todas as mídias em que era veiculada a campanha.

6) A pior e mais polêmica campanha foi causada pela agência DM9DDB Brazil. Um anúncio, que vazou na internet antes de ser veiculado, mostrava a cidade de Nova York repleta de aviões planando em volta das Torres Gêmeas do WTC. O próprio dono da agencia pediu desculpas em uma carta, esclarecendo o ocorrido.

Tenha muito cuidado com a forma com que você expõe a marca de sua empresa. Procure uma agência comprometida e alinhada com o seu posicionamento. O primeiro passo, muito importante, é evitar os exemplos citados acima.

Esta entrada foi publicada em Saiu na Mídia e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>